Leomaria Mendes Sobrinho

Leomaria Mendes Sobrinho
Acróstico

Estatísticas

Brincadeira

Minha colega me chamou No intervalo para o lanche Para brincar de yog hoou, De varetta ou tinta guache. Ela preferiu de brincadeira A jogada do capitão, Saiu de sua cadeira E sentou-se pelo chão. Eram tantos os brinquedos Que esqueci do seu chamado, No bambolê passei os dedos, Escolhi o esverdeado. Na alegria contagiante Experimentamos o montante. O tempo passou em um instante! Acabou-se a diversão de estudante.

Pesquisar este blog

sábado, 27 de fevereiro de 2010

ओ दिया डा MULHER


O DIA DA MULHER

O dia da mulher é todo instante,
é toda hora, é todo dia.
E no menor detalhe dos ambientes
levantam-se poeiras de alegrias.

Mulher é ser indispensável
para a mulher, para o homem, para qualquer semelhante.
Para uma vida equilibrada e responsável.
Para a criança, o idoso e o doente.

O dia da mulher é sempre.
Na felicidade a sua luz irradia.
Na tristeza se coloca presente.

A mulher é o fogo que não pode ser apagado.
É a água que a sêde sacia.
É o amor que deve ser conservado.

Autora: Leomária Mendes Sobrinho
17/02/2010

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindos!